COMO APRENDI INGLÊS EM 3 MESES – IRLAND|DUBLIN

Oie pessoas lindas!

Precisamos aprender a compartilhar nossa conquistas e nossos fracassos, no video de hoje decidi compartilhar com vocês minhas frustrações e dicas de como aprendi Inglês no meu intercâmbio na Irlanda. Quando botei meus pés na Irlanda – Dublin a quase 9 anos atras, cheguei sem Inglês algum não sabia direito nem mesmo o  verbo to be que é o básico que aprendemos na escola. Mas como costumo dizer se você não gosta de algo e eu nunca gostei de Ingles, quando você tem essa matéria no ensino fundamental, tu não da a minima para as aulas dadas na sala de aula, e o importante era colar na prova e passar de ano.

Claro que hoje me arrependo profundamente pois teria sofrido menos no meu processo de aprendizado, pois mesmo que educação no Brasil infelizmente deixa a desejar em escolas publicas, acredito que isso não depende so do professos e sim da sua vontade de aprender.

No video falo dos Up & Downs, de como foi o meu processo que não vou mentir não tenho orgulho mas pra voce saber melhor do que estou falando vai clica no video 👇 e deixa seu comentário falando das sua experiência e se gostou do video.

 

E ai gostaram do conteúdo desse video??Deixe seu comentário e ideias de conteúdos que vocês gostariam de ver. Segue abaixo apps que gosto de usar para me ajudar no aprendizado.

Live Mocha: http://livemocha.abreduc.com.br/livemocha/home/

Babel:https://pt.babbel.com

 

REDES SOCIAIS:

FACEBOOK:https://www.facebook.com/danielabrousse 

INSTAGRAM: https://instagram.com/daniela_brousse/

TWITTER: https://twitter.com/dany_brousse 

GOOGLE PLUS: https://plus.google.c

PINTERIST: https://www.pinterest.ie/danielabrousse/

You may also like

2 comments

  • Hilário outubro 3, 2017  

    Me identifico! Pq eu também saí do “quase 0” para o “ja consigo conversar” em 3 meses. Antes deu ir para a Irlanda, fiz um curso de 6 meses, 1x por semana = 24 aulas apenas. Mas em 3 meses, eu já estava viajando sozinho para a Alemanha e conversando numa boa, apesar de não ter total fluência. Acredito que o fato de ter chegado no verão, onde tinha mais “gringos” (italianos, espanhois, alemães e franceses), nas escolas tenha ajudado também. Assim pude fazer amizade com eles e conviver mesmo pós aula.

    • Daniela Brousse outubro 10, 2017  

      Exatamente isso Hilario, se jogar na conversação mesmo cometendo erros eh o melhor que temos a fazer. Ótima dica de fazer intercâmbio durante o verão, com certeza quando estamos cercados de pessoas com fome de aprender. Parabéns por todas suas conquistas, muito bom ver alguém que conhecemos na escola bem sucedido.

error: Content is protected !!